quinta-feira, 10 de outubro de 2019

A sensibilidade tem uma história

José Carlos Rodrigues
"Nossos sensos estéticos, nossas reações à violência, nosso sentimento de medo, nossos cuidados com saúde, nossas preocupações com higiene, com horários, com exatidão e cálculo, nossas preferências amorosas e sexuais, enfim, coisas que parecem tão familiares e naturais aos nossos olhos, não existiram sempre e têm por trás de si um passado rico em detalhes e em variações. O passado não está apenas no passado: ele construiu nossa sensibilidade e continua de certa forma (...) a ser presente." (José Carlos Rodrigues, O corpo na história).

Nenhum comentário:

Postar um comentário