sábado, 19 de outubro de 2019

Intimidade no início da Era Moderna

Mary del Priore
"A noção de intimidade no mundo dos homens entre os séculos XVI e XVIII se diferencia profundamente daquela que é a nossa no início do século XXI. A vida cotidiana naquela época era regulada por leis imperativas. Fazer sexo, andar nu ou ter relações eróticas eram práticas que correspondiam a ritos estabelecidos pelo grupo no qual se estava inserido. Regras, portanto, regulavam condutas. Leis eram interiorizadas. E o sentimento de coletividade sobrepunha-se ao de individualidade." (Mary del Priore, História íntimas: sexualidade e erotismo na história do Brasil).

Nenhum comentário:

Postar um comentário