quinta-feira, 15 de março de 2018

Anulação das distâncias temporais/espaciais e a manutenção das desigualdades

Zygmunt Bauman
"... em vez de homogeneizar a condição humana, a anulação das distâncias temporais/espaciais tende a polarizá-la. Ela emancipa certos seres humanos das restrições territoriais e torna extraterritoriais certos significados geradores de comunidade -- ao mesmo tempo que desnuda o território, no qual outras pessoas continuam sendo confinadas, do seu significado e da sua capacidade de doar identidade" (Zygmunt Bauman, Globalização: as consequências humanas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário