domingo, 11 de março de 2018

A moral antinatural

Friedrich Nietzsche
"A moral antinatural, ou seja, quase toda moral que até agora foi ensinada, venerada e pregada, volta-se, ao contrário, justamente contra os instintos da vida -- ela é uma condenação desses instintos, ora secreta, ora sonora e atrevida. Ao dizer que 'Deus vê o coração', ela nega os desejos mais baixos e mais altos da vida, tomando Deus como inimigo da vida... O santo em quem Deus se compraz é o castrado ideal... A vida acaba onde o 'reino de Deus' começa..." (Friedrich Nietzsche, Crepúsculo dos ídolos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário