domingo, 15 de janeiro de 2017

'Capitalismo' como categoria de interpretação histórica

Maurice Dobb
"Talvez devêssemos esclarecer que a palavra 'capitalista', que se tornou moda entre alguns economistas, principalmente entre os partidários da Escola Austríaca, pouco tem em comum com o capitalismo como categoria de interpretação histórica. 'Capitalista' tem sido usado pelos economistas num sentido puramente técnico, ao se referirem ao uso dos chamados métodos de produção 'indiretos' ou que encurtam o tempo, e em grande parte se prendeu a uma visão particular da natureza do capital. Não diz respeito à modalidade de propriedade dos instrumentos de produção, e se refere apenas a sua origem econômica e à medida de seu uso. Como toda produção, excetuada a mais primitiva, sempre foi em algum grau 'capitalista' nesse sentido técnico, o termo apresenta pouco valor para fins de diferenciação histórica, e seus inventores não tentaram usá-lo desse modo. O uso que dele fazem, na verdade, é, por implicação, uma negativa de qualquer significado específico ao capitalismo como sistema histórico especial" (Maurice Dobb, A evolução do capitalismo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário