quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

A origem aristocrática do "bom"

Friedrich Nietzsche
"... o juízo 'bom' não provém daqueles aos quais se fez o 'bem'! Foram os 'bons' mesmos, isto é, os nobres, poderosos, superiores em posição e pensamento, que sentiram e estabeleceram a si e a seus atos como bons, ou seja, de primeira ordem, em oposição a tudo que era baixo, de pensamento baixo, e vulgar e plebeu" (Friedrich Nietzsche, Genealogia da moral).

Nenhum comentário:

Postar um comentário