terça-feira, 8 de novembro de 2016

Centro e periferia no capitalismo global: funções e benefícios

Noam Chomsky
"As 'funções' da América Latina foram esclarecidas numa conferência hemisférica, em fevereiro de 1945, na qual Washington propôs uma 'Carta Econômica das Américas' que eliminaria o nacionalismo econômico 'sob todas as suas formas'. Os planejadores de Washington sabiam que não seria fácil impor um tal princípio. Documentos do Departamento de Estado advertiram que os latino-americanos preferem 'políticas destinadas a promover uma melhor distribuição da riqueza e a elevar o nível de vida das massas' e estão 'convencidos de que o maior beneficiário do desenvolvimento dos recursos de um país deve ser o povo do próprio país'. Tais ideias são inaceitáveis: os 'maiores beneficiários' dos recursos de um país são os investidores norte-americanos, e a América Latina deve cumprir a sua função de serviço sem as preocupações irracionais com o bem-estar geral ou com um 'desenvolvimento industrial excessivo' que possa prejudicar os interesses dos Estados Unidos" (Noam Chomsky, O lucro ou as pessoas?).

Nenhum comentário:

Postar um comentário