segunda-feira, 30 de julho de 2018

Desenvolvimento tecnológico e dominação social

Herbert Marcuse
"Em face das particularidades totalitárias dessa sociedade, a noção tradicional de 'neutralidade' da tecnologia não mais pode ser sustentada. A tecnologia não pode, como tal, ser isolada do uso que lhe é dado; a sociedade tecnológica é um sistema de dominação que já opera no conceito e na elaboração das técnicas."
...

"A tecnologia serve para instituir formas novas, mais eficazes e mais agradáveis de controle social e coesão social" (Herbert Marcuse, A ideologia da sociedade industrial).

Classes sociais e conciliação na sociedade contemporânea

Herbert Marcuse
"... a burguesia e o proletariado. No mundo capitalista, ainda são as classes básicas. Contudo, o desenvolvimento capitalista alterou a estrutura e a função dessas duas classes de tal modo que elas  não mais parecem ser agentes de transformação histórica. Um interesse predominante na preservação e no melhoramento do status quo institucional une os antigos antagonistas nos setores mais avançados da sociedade contemporânea" (Herbert Marcuse, A ideologia da sociedade industrial).

Teoria social, sociedade industrial e contenção das transformações sociais

Herbert Marcuse
"... a sociedade industrial desenvolvida confronta a crítica com uma situação que parece privá-la de suas próprias bases. O progresso técnico, levado a todo um sistema de dominação e coordenação, cria formas de vida (e de poder) que parece reconciliar as forças que se opõem ao sistema e rejeitar ou refutar todo protesto em nome das perspectivas históricas de liberdade de labuta e de dominação. A sociedade contemporânea parece capaz de conter a transformação social -- transformação qualitativa que estabeleceria instituições essencialmente diferentes, uma nova direção dos processos produtivos, novas formas de existência humana. Essa contenção da transformação é, talvez, a maior realização da sociedade industrial desenvolvida" (Herbert Marcuse, A ideologia da sociedade industrial).

domingo, 29 de julho de 2018

Difusão do conhecimento e qualificação e formação de mão de obra como fatores de convergência de renda

Thomas Piketty
"As principais forças que propelem a convergência são os processos de difusão do conhecimento e investimento na qualificação e na formação da mão de obra. A lei da oferta e da demanda, assim como a mobilidade do capital e do trabalho (uma variante dela), pode operar a favor da convergência [de renda], mas de maneira menos intensa, e muitas vezes de forma ambígua e contraditória."

...

"No longo prazo, a força que de fato impulsiona o aumento da igualdade é a difusão do conhecimento e a disseminação da educação de qualidade" (Thomas Piketty, O capital no século XXI).

Fatores de redução da desigualdade econômica no século XX (2)

Thomas Piketty
"... a redução da desigualdade que ocorreu nos países desenvolvidos entre 1900-1910 e 1950-1960 foi, antes de tudo, resultado das guerras e das políticas públicas adotadas para atenuar o impacto desses choques" (Thomas Piketty, O capital no século XXI).

O discurso do determinismo econômico e a igualdade econômica

Thomas Piketty
"... deve[-se] sempre desconfiar de qualquer argumento proveniente do determinismo econômico quando o assunto é a distribuição da riqueza e da renda" (Thomas Piketty, O capital no século XXI).

Fatores de redução da desigualdade econômica no século XX

Thomas Piketty
"A forte queda da desigualdade de renda que se deu nos países ricos entre 1914 e 1945 é, antes de tudo, fruto das guerras mundiais e dos violentos choques econômicos e políticos que delas sobrevieram (especialmente para os detentores de grandes fortunas)" (Thomas Piketty, O capital no século XXI).

Capital, renda, desigualdade e democracia

Thomas Piketty
"Quando a taxa de remuneração do capital ultrapassa a taxa de crescimento da produção e da renda, como ocorreu no século XIX e parece provável que volte a ocorrer no século XXI, o capitalismo produz automaticamente desigualdades insustentáveis, arbitrárias, que ameaçam de maneira radical os valores da meritocracia sobre os quais se fundam nossas sociedades democráticas. Existem, contudo, meios pelos quais a democracia pode retomar o controle do capitalismo e assegurar que o interesse geral da população tenha precedência sobre os interesses privados, preservando o grau de abertura econômica e repelindo retrocessos protecionistas e nacionalistas" (Thomas Piketty, O capital no século XXI).

sábado, 28 de julho de 2018

O que é mais-valia?

Paul Singer
"Mais-valia é igual ao lucro bruto, ou seja, a soma de todos os rendimentos que não são salários" (Paul Singer, Aprender economia).

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Hermetismo do saber científico e pobreza do debate político

Paul Singer
"Enquanto o conhecimento científico for monopólio de corporações fechadas de especialistas, o debate político estará condenado a permanecer em nível rasteiro, cada lado esgrimindo lugares-comuns e meias-verdades" (Paul Singer, Aprender economia).